Roteiro Turístico

Freguesia de gente ordeira e conciliadora, sabe receber bem quem nos visita. Da gastronomia ao artesanato, são muitas as razões para nos brindar com um passeio por esta terra. Do património cultural da Freguesia, de destacar a sua Associação, que muito tem dignificado a freguesia, através da realização de espectáculos de teatro e folclore em todo País e grande parte da Europa. A ribeira da Fervença, com seus antigos moinhos, e as áreas lacustres da Lagoa Negra e Lagoa Alta integram um património natural local de superior interesse paisagístico.
Tipicamente gandaresa, esta freguesia apresenta uma topografia bastante plana, predominando os solos arenosos. 
De traça inusitada, a peculiar estrutura da Igreja Matriz surge como fruto de recente reedificação, ostentando a característica torre sineira adossada a um dos seus flancos. Num pequeno painel azulejar e nas costas do remate da empena figura o cronograma de 1942. O seu aspecto actual, porém resultará de uma ampliação e remodelação efectuada durante terceiro quartel do século XX. 
 
Um pouco adiante do templo paroquial e erecto junto à estrada, vê-se um pequeno Cruzeiro em Pedra de Ançã, comemorativo do “duplo centenário” (fundação e restauração do reino português), seguindo um género muito reproduzido por todo o País e datável de 1940.
Nas Pedras de Ásperas subsiste ainda um pequeno templete, invocado a Nossa Senhora da Conceição. Implantado num pequeno largo a que dá nome a respectiva Padroeira, o modesto imóvel trai, na sua traça actual, uma remodelação mais ou menos recente. O singelo portal, de verga curva, aparenta no entanto alguma antiguidade, talvez dos finais de oitocentos ou inícios da centúria seguinte.
 
Seja Bem-vindo